“Atacar” não existe no dicionário de Machadês [FOTOS]

O Vitória tinha a vida complicada, mas a táctica de Manuel Machado e a constante tendência para defender levou-o a sofrer uma goleada em casa e a dizer ADEUS à Liga Europa.

Depois de ter perdido por duas bolas a zero em Madrid, o Vitória precisava da garra dos jogadores de 86… Os hinos da cidade e do clube foram entoados com emoção pelos cerca de 10 mil vitorianos que estavam no estádio, no ecrã as imagens de 86 e as palavras de força e apoio levavam adeptos e jogadores a acreditar na remontada, mas pouco mais de um minuto após o pontapé inicial Nilson trava Filipe Liís na grande área, o árbitro assinala grande penalidade e Gabi converte-a no primeiro golo da noite.

A passagem do Vitória à fase de grupos tornava-se mais complicada neste momento, mas não impossível… Pelo menos, não para os adeptos que, mesmo em baixo número, apoiavam a equipa continuamente… Em campo não se passava a mesma coisa… O primeiro golo abalou a confiança dos branquinhos e acabaram por permitir que Adrián López aumentasse a vantagem para 2-0.

Na segunda parte, com 4 golos sofridos e obrigatoriedade de marcar 5 para passar, Manuel Machado substitui João Alves e Fauzi por Targino e Toscano na tentativa de ganhar velocidade no jogo, mas Adrián consegue voltar a meter a bola na baliza de Nilson e Salvio acaba por fechar o marcador num penoso 4-0. Manuel Machado ainda substitui Barrientos por Saudani, mas o avançado pouco mais conseguiu fazer…

Para a História fica o regresso de mais um filho pródigo a casa. No intervalo os vitorianos pararam os assobios e insultos ao treinador vitoriano para dar as boas-vindas a Nuno Assis.

FOTOS AVS :