Basaula deixa saudades

@ Basaula

@ Basaula

Basaula chegou vindo do Zaire, conjuntamente com dois compatriotas que deixaram uma marca imemorial no Vitória: N’Dinga e N’Kama.

Ao contrário destes, Basaúla não se afirmou imediatamente no Vitória, muito por culpa da limitação de estrangeiros existente à data. Por essa razão, foi sendo emprestado a vários clubes, até se afirmar definitivamente em Guimarães.

Nesse périplo, haveria de entrar na história do Vitória em sentido inverso ao que se pretenderia: emprestado ao Estrela da Amadora apontaria o golo que arredou o clube titular do seu passe de chegar ao Jamor, em meia final de um Maio tórrido e com o então Municipal apinhado de vitorianos ávidos de viver o sonho do Jamor.

Regressado a Guimarães, depois de tal desfeita, demonstraria toda a sua capacidade…técnica com requintes de magia africana, velocidade de gazela e a contagiante alegria de quem traz o perfume da África profunda no peito…

Com tamanhos predicados, houve momentos inesquecíveis do zairense, hoje congolês, que conseguiu que os vitorianos através da votação, demonstrassem saudosismo do seu talento…

Basaúla deixou saudades e um rol imenso de memórias…