Beira-Mar vs Vitória (Antevisão)

Após a pausa natalícia, o Vitória volta a jogar este Domingo pelas 16h no Municipal de Aveiro, em partida a contar para a 2ª Jornada da 3ª fase da Taça da Liga.

Os Branquinhos deslocam-se a Aveiro, com o pensamento nos 3 pontos, situação que a ser conseguida, coloca os Conquistadores com boas possibilidades de chegar às meias-finais da prova.

Frente ao Beira-Mar, o Vitória pretende dar continuidade às boas exibições que tem realizado, mas desta vez aliando a exibição a um triunfo, pois frente ao Paços de Ferreira e ao S.C.B, a Equipa fez exibições de boa qualidade, mas não conseguiu os 3 pontos.

Espera-se portanto, que este Domingo, o Vitória consiga vencer, e continue assim com as esperanças intactas em passar à próxima fase da competição, o que seria positivo para o plantel do Vitória, que apesar de muitas limitações, continua ainda em todas as frentes, e com possibilidades de fazer boas campanhas.

É isso, que todos os Vitorianos desejam, pois ansiámos pela Conquista de um Troféu, seja ele a Taça de Portugal ou a Taça da Liga, ou claro as duas, o importante é conseguir “levantar” Troféus!

O Jogo, terá como árbitro Carlos Xistra, que vai pela primeira vez esta temporada, dirigir uma partida do Vitória.

Questão Técnico -Tática

Para o jogo frente aos Aveirenses, e em relação à última partida, também para a Taça da Liga frente ao “vizinho”, Rui Vitória vê-se obrigado a fazer uma alteração no 11.

É que o Técnico Vitoriano, não pode contar com 4 laterais direitos (Alex, João Gonçalves, Amorim e Kanú) todos lesionados, o que fará com que a aposta deva recair no jovem Pedro Lemos, que tem vindo a ser titular na Equipa B.

Pedro Lemos (tem feito exibições positivas na Equipa B, sendo um jogador veloz, que já melhorou bastante a nível defensivo, e que não se coíbe de subir no terreno) terá então a oportunidade de se estrear ao serviço da Equipa Principal, e mostrar que pode ajudar a Equipa nesta fase da época.

Rui Vitória, deve então apostar em Pedro Lemos, a não ser que faça uma adaptação, com a colocação de Ricardo ou até Leonel Olímpio à direita da defesa.

Na primeira possibilidade, recuaria Ricardo (como fez nos últimos minutos em Paços), e colocaria João Ribeiro no 11, jogando no lado direito do ataque. Ainda assim, Ricardo, rende e desequilibra claramente muito mais como extremo, a sua posição de raiz.

Na segunda possibilidade, Leonel Olímpio passaria para lateral, avançando El Adoua para o meio-campo, e entrando Freire para o eixo da defesa, fazendo assim dupla de centrais com N´Diaye.

No restante do 11, não são esperadas alterações (Rui Vitória ainda vai manter a dupla de centrais N´Diaye – El Adoua, que em breve vai para a CAN), mantendo-se assim a Equipa, que tem apresentando uma boa dinâmica de jogo, e que tem feito exibições positivas.

Este Domingo, os Conquistadores, tem que manter a mesma “cara” dos últimos jogos, pois assim, fica muito mais fácil em vencer as suas partidas.

Com uma boa consistência defensiva, fazendo uma boa circulação de bola, e sendo rápido a sair para as transições ofensivas, o Vitória tem grandes possibilidades de vencer.

Falta apenas, melhorar a finalização, pois a Equipa, tem estado com um índice baixo a este nível, pois tem tido muitas oportunidades, mas não tem finalizado bem.

Espera-se que este Domingo, o Vitória tenha um melhor aproveitamento na zona de finalização, o que a se suceder, fará com que traga os 3 pontos para a Cidade-Berço.

Força Vitória e Vitória Sempre!

Adversário

Ulisses Morais, fez na última partida com a Naval, várias alterações no 11 inicial, situação que não se espera amanhã, pois os Aveirenses, ainda tem possibilidades de chegar à próxima fase.

O Beira-Mar, está agora bastante melhor (em termos exibicionais e pontuais), isto comparativamente à última vez que o Vitória jogou em Aveiro.

É portanto, de esperar uma Equipa auri-negra, na máxima força, e que dispute o jogo com a sua melhor Equipa (apenas não jogará Rui Rego e Fleurival este último lesionado).

O seu Técnico Ulisses Morais, tem apostado num sistema tático assente, num 1x4x2x3x1, e no jogo frente ao Vitória este “desenho tático” deve-se manter.

É necessária na Equipa do Beira-Mar, muita atenção, ao meio-campo ofensivo, pois Serginho na posição 10, tem assumido o jogo ofensivo da Equipa e é muito dotado tecnicamente. Depois Nildo à esquerda é um canhoto também ele com uma técnica muito refinada e que cruza muito bem, e à direita Balboa é um jogador muito veloz, e que cria dificuldades aos laterais adversários.

Tal como no jogo da Liga, é também preciso reparo nas bolas paradas (o Vitória sofreu logo um golo aos 3 minutos num canto), pois os Aveirenses contam jogadores altos e com bom jogo aéreo, casos de Jaime (aparece no 1º poste), de Sasso e de Camará.

O Vitória esse, deve imprimir velocidade e profundidade nas faixas, pois irá assim criar desequilíbrios e dificuldades aos Aveirenses.

Nas bolas paradas ofensivas, deve colocar a bola na zona do 1º poste e a zona central (Baldé, N´Diaye tem que atacar aqui a bola), pois o Beira-Mar, tem lacunas nessas zonas nas bolas paradas.

  Categories: