Braga – Vitória (Antevisão)

Questão Técnico-Tática

O Vitória inicia a sua participação na Bwin Cup esta segunda-feira na cidade dos arcebispos diante do eterno rival Braga.
Será um intenso e apaixonante derby minhoto logo abrir o novo ano civil. Seguramente que os “branquinhos”, pretenderão entrar com o pé direito, e conquistar um triunfo na casa do “inimigo”, de forma a ganhar alguma vantagem pontual no grupo que está inserido e onde se incluem também o Arouca e Paços de Ferreira.
Na pedreira, a formação vitoriana tentará também regressar aos triunfos em jogos oficiais, e em simultâneo presentear os adeptos vitorianos com mais um triunfo perante os de “lá da morreira”.
Para o jogo desta 2ª feira, Manuel Machado já disse publicamente que irá dar oportunidade a jogadores menos utilizados.No sector defensivo, mais concretamente no eixo da defesa deve jogar a jovem dupla constituída por Freire e o maliano N´Dyaye, eles que irão jogar juntos pela primeira vez esta temporada, e que contam então com uma estreia de “fogo”. Na linha intermédia Manuel Machado debate-se com algumas
baixas, pois não contar com os habituais titulares João Alves e Edson Sitta que cumprem um jogo de castigo disciplinar.Assim sendo na zona central do terreno jogarão os experientes Flávio Meireles e Clebér, uma dupla de médios defensivos que tentará dar maior combatividade e músculo ao meio campo vitoriano. No ataque e com Maranhão de novo ao dispor do técnico é muito provável que o veloz e estonteante avançado brasileiro regresse ao onze inicial, jogando na ala direita do ataque vitoriano.
Quem também deve regressar à titularidade é João Ribeiro, que após não ter sido convocado por opção técnica para o último jogo em Aveiro, deve agora voltar à equipa, jogando na ala esquerda, que é onde ele desequilibra mais no terreno. Já Toscano continuará a jogar como 10 (posição onde o brasileiro não rende o esperado) tentando assumir a batuta do jogo ofensivo vitoriano. A referência na área será novamente Edgar que passa por um bom momento de forma.
O Vitória deve jogar num 1x4x2x3x1 (sistema tático alternativo de M.Machado) e alinhar com o seguinte onze:

Nas bancadas, estarão mais de meio milhar de vitorianos, que mesmo “lutando” contra muitas adversidades (falta de apoio no transporte, bilhetes caríssimos, e até horário tardio do jogo a um dia da semana) lá estarão na pedreira a apoiar os “conquistadores” rumo ao triunfo.

“Força Vitória e Vitória Sempre”