Carta aberta para o Jornal Record [ACTUALIZADO]

A Associação VitóriaSempre enviou a seguinte carta para a equipa de redação do jornal Record :

Bom dia,

A AVS vem, por este meio, repudiar o desaparecimento de uma bandeira do Vitória Sport Clube de uma fotografia (em anexo) atinente ao desafio Portugal-Alemanha.

Com efeito, após comparação de várias fotos, do mesmo ângulo, foi-nos permitido concluir que a mesma foi, dolosamente, retirada, desconhecendo-se, porém, o intuito que moveu tal acto.

Ora, sabendo que a bandeira é, talvez, o símbolo mais respeitável de uma instituição, vimos por este meio demonstrar a nossa profunda repulsa por tal atitude.

Simultaneamente, questionamos se tal acção seria praticada se em vez do símbolo do Vitória estivesse de um dos clubes, supostamente, grandes e que merecem parangonas na imprensa nacional.

Não pretendemos ser mais, nem menos que os outros; exigimos, porém, respeito e consideração e independentemente de todas as justificações consideraremos tal acto uma ofensa de extrema gravidade e que não irá ser apagada com um singelo pedido de desculpas.

O erro foi imperdoável e para nós permanecerá durante muitos e bons anos.

Associação VitóriaSempre

Resposta Jornal Record :

Bom dia

O Record nunca se furtou às suas responsabilidades e, por isso, na edição de hoje esclarecemos a situação, assim como ontem o fizemos pessoalmente junto da direção do Vitória de Guimarães que compreendeu e aceitou as explicações.

Grato pela atenção.

Com os melhores cumprimentos,
António Magalhães

Record pede desculpa ao Vitória e aos vimaranenses

Na edição de Record do passado domingo, a foto da 1.a página sofreu um tratamento de imagem que levou à eliminação, estúpida, insultuosa e desnecessária, de uma bandeira do Vitória de Guimarães.

Estou certo que o autor dessa manipulação, efetuada à revelia da direção de Record, não agiu de má fé e não teve consciência do elevado grau de irresponsabilidade com que atuou.

Essa conduta está já sujeita a inquérito interno e terá as consequências que a gravidade do ato, apurada em sede própria, justificar.

Pelo lamentável procedimento, o diretor de Record apresenta o seu pedido de desculpas ao Vitória Sport Clube, baluarte do desporto português, aos seus dirigentes e associados, e também aos adeptos que, certamente com sacrifício, e com amor ao seu clube e a Portugal, estiveram em Lviv a apoiar a Seleção.

Na edição em papel da próxima quinta-feira, dia seguinte ao jogo de Portugal, como aconteceu com a de domingo, formalizarei o público pedido de desculpas que adianto aqui.

E agradeço ainda as muitas mensagens de mais que justificado protesto que leitores ligados ao emblema vimaranense nos fizeram chegar. A vossa revolta é a minha revolta.

Alexandre Pais

  Categories: