Chat Com Júlio Mendes – Lista A (Rescaldo)

O Candidato da Lista A, Júlio Mendes esteve à conversa com os foristas registados no fórum da Associação VitóriaSempre (AVS). Deixamos aqui algumas das perguntas/respostas :

Pergunta : Boa noite Sr. Candidato
No domingo passado no final do jogo referiu que para si è um sacrifício pessoal ser candidato a presidente do Vitoria Sport Clube eu pergunto se é um sacrifício assim tao grande o que o leva a apresentar-se ?

Segundo o Sr. Engenheiro disse também que caso a SAD não seja aprovada que se demite. eu volto a questiona-lo como pode você dizer que paga os salários no dia em que for eleito e que contrapartidas dará a “alguém” para conseguir esse dinheiro?
Obrigado e agradeço desde já as suas respostas

Resposta : Quando alguém se empenha verdadeiramente numa causa, seja ela pública ou privada e pretende leva-la à prática com sucesso e responsabilidade isso implica sempre um sacrifício na medida em que é necessário abdicar-se do conforto e, muitas vezes, condicionar a vida pessoal e familiar. No meu caso pessoal e neste caso concreto da candidatura a Presidente do Vitória. essa opção foi devidamente ponderada e tomei a decisão em prol dos superiores interesses do Vitória.

Já tive a oportunidade de esclarecer, meu caro amigo, que se farão as assembleias gerais que forem necessárias para conseguir o modelo de SAD que os sócios do Vitória entenderem que melhor salvaguarda os seus interesses. Convém, contudo, destingir bem as situações: uma coisa é estarmos a falar de uma alteração estrututal na vida do Vitória com a criação de uma SAD, outra coisa é ter que resolver um problema no imediato que tem a ver com a vida das pessoas e das suas famílias, concretamente os seus salários. Qualquer Presidente do Vitória não poderá deixar de fazer tudo o que estiver ao seu alcance para honrar os compromissos do clube para com aqueles que de uma forma abengada e sacrificio pessoal têm permitido o funcionamento “normal” do nosso Vitória.

Como vem compreenderá, os recursos necessários à resolução destes problemas não são, nem poderiam ser pessoais.

Pergunta : Boa Tarde, gostava de perguntar ao senhor Júlio Mendes, o que pensa do relativo afastamento dos adeptos aos jogos já que as assistências têm sido muito fracas, penso que deveria ter uma iniciativa para novamente termos o estádio com pelo menos as 16 mil pessoas em jogos contra equipas menores…se o senhor Júlio Mendes tem em mente alguma iniciativa para que isso volte a acontecer e se vai mesmo fazer com que isso aconteça, mobilizar novamente as pessoas para junto do Vitória.

Cumprimentos

Resposta : A resolução deste relativo afastamento não se resolverá com medidas avulsas mas com uma alteração significativa da estrutura de funcionamente do Vitória, do seu modelo de gestão, do seu projecto desportivo e de uma liderança com a qual os sócios se identifiquem. Feito este trabalho, criaremos as condições necessárias para que o Vitória possa voltar a trazer alegrias e vitórias aos sócios e, deste modo, voltar a aproximá-los do clube.

Pergunta : Boa tarde/noite Sr. Júlio Mendes,

Criticou a forma de Pinto Brasil arranjar o dinheiro para as necessidades imediatas do Clube (vulgo pagamento de salários a toda a estrutura do VSC), mas há pouco revelou que o dinheiro que a lista A possui para esse mesmo fim foi conseguido através de investidores da futura SAD que em troca receberão passes de atletas do Vitória.

Se apelida o dinheiro conseguido através de avales bancários como um má política e que prejudicará o Clube no futuro, o que dizer de ceder os passes de atletas do nosso Clube, sabendo que estes podem ser uma importante fonte de rendimento para ajudar o Vitória a sair da atual situação económica negativa?

Resposta : O que eu sempre afirmei é que será praticamente impossivel o Vitória conseguir financiamentos bancários para além de que deste modo continuaremos a fazer engrossar o passivo do Vitória pondo em risco o nosso Património.

A alienação de passes de atletas é algo completamente distinto que não põe em risco o referido Património e é, de resto, a forma normal de um clube sustentar a sua actividade. Isto é, valorizar os seus activos para os alienar quando mais necessitar.

Pergunta : Boa noite,

Ouvi-o hoje dizer que no dia da tomada de posse vai regularizar a situação dos ordenados em atraso. Disse também que o dinheiro necessário para estes pagamentos vem dos futuros investidores na SAD.

Pergunto-lhe como é que estes investidores vão estar a adiantar dinheiro por conta de uma SAD que neste momento ninguém pode garantir que vai existir?

Que garantias têm os investidores para lhe adiantarem essa enorme quantia?

Concordará comigo que ninguém vai “emprestar” sem garantias.

Resposta : Eu sempre afirmei é que será praticamente impossivel o Vitória conseguir financiamentos bancários para resolver os actuais problemas do Vitória, além de que deste modo continuaremos a fazer engrossar o passivo do clube pondo em risco o nosso Património.

Os investidores de que necessitamos para fazer face aos problemas de tesouraria não vão adiantar dinheiro por conta de uma qualquer SAD. Estamos a falar de problemas diferentes que têm realidades e soluções completamentes diferentes.

Como imagina não resolverei o problema com o recurso a património pessoal por não dispor de tais recursos e porque tal configuraria uma situação muito pouco clara na gestão de um clube. O que precisamos de compreender, todos, é que nos momentos dificeis temos que lançar mão dos recursos de que dispomos para acudir a situações graves e tal só pode ser feito através da valorização dos próprios recursos do Vitória.

Pergunta : boa noite
queria saber porque não tem curiosidade de fazer uma auditoria as contas do vitoria???
digo isso porque disse a pouco essas palavras a RTP….
ou a dizer isso ta a dar a entender que quer proteger o milo??

queria também saber quanto vai ter o vitoria % numa futura SAD….
responda sem rodeios

Resposta : Não pretendo proteger ninguém. A única entidade que tenho de proteger é o Vitória.

Afirmei na RTP a inutilidade de uma auditoria porque tal só vai obrigar o clube a gastar mais umas dezenas de milhares de euros e nunca nos revelerá absulotamente nada daquilo que porventura possa ter acontecido de ilicito no clube. As auditorias nunca revelaram nada a este respeito. Se a equipa que me acompanha incluiu gente com formação e experiência capaz de fazer uma auditoria minociosa às contas porque havemos de esbanjar dinheiro!?

Eu tenho afirmado publicamente que estarei atento e que no dia em que encontrar alguma situação que deva ser denunciada às autoridades o farei sem qualquer hesitação. Doutro modo estaria a tornar-me cumplice…

A percentagem que o Vitória terá numa futura SAD será aquela que os sócios decidirem numa assembleia geral. Não me preocupa que o clube seja minoritário desde que sejam protegidos os seus direitos nos estatutos da SAD e que o clube possa vetar as decisões que a SAD queira tomar que contrariem os interesses do Vitória.

Os sócios terão que decidir se preferem ser maioritários e ter menos dinheiro para investir no futebol ou minoritários e ter maior liquidez para investir na equipa.

Pergunta : Se vencer está interessado em descobrir os responsáveis(todos sabemos quais são e você também sabe!) pelo actual estado preocupante do Vitória? Tem fugido desta questão. Se não está interessado diga porque.
Para mim é obrigatório que descubram o que se passou.

Resposta : Não pretendo proteger ninguém. A única entidade que tenho de proteger é o Vitória.

Afirmei à pouco na RTP a inutilidade de uma auditoria porque tal só vai obrigar o clube a gastar mais umas dezenas de milhares de euros e nunca nos revelará absolutamente nada daquilo que porventura possa ter acontecido de ilicito no clube. As auditorias nunca revelaram nada a este respeito. Se a equipa que me acompanha incluiu gente com formação e experiência capaz de fazer uma auditoria minociosa às contas porque havemos de esbanjar dinheiro!?

Eu tenho afirmado publicamente que estarei atento e que no dia em que encontrar alguma situação que deva ser denunciada às autoridades o farei sem qualquer hesitação. Doutro modo estaria a tornar-me cúmplice…

Contudo, estamos a disputar umas eleições num momento muito importante na vida do clube e o meu esforço deve concentrar-se em passar uma mensagem clara aos sócios da proposta que lhes faço sem trazer à discussão assuntos que podem muito bem se resolvidos à posteriori e que agora só os afastaria de refletir sobre aquilo que é importante para o futuro do Vitória.

Veja aqui o chat completo…

A AVS vem por este meio agradecer a todos os intervenientes, em especial ao Cybercentro de Guimarães.

Imagem : GMR TV