Comunicado Associação de Kickboxing e Full-Contact da Região Norte

Recebemos via e-mail um pedido de divulgação de um comunicado que passamos a transcrever de seguida :

Ex.mos Senhores.

A Associação de KickBoxing e Full-Contact da Região Norte vem em nome da modalidade, bem como em nome de todos os elementos que compõem este organismo de utilidade pública desportiva, informar Vossas excelências acerca de uma noticia que tem vindo a público onde é referido que A «V.M. Team», equipa de kickboxing vimaranense iria estar presente num estágio de kickboxing, referindo também que a «V.M. Team» terá a presença do treinador Vítor Moura.

Vimos por este meio informar que tal facto é totalmente falso por várias razões.

Em primeiro lugar a equipa V.M Team não esteve no referido estágio sendo uma equipa ilegal estando a funcionar à margem da lei e dos estatutos que compõe esta modalidade em Portugal, a mesma não está inscrita (nem possui credenciais para tal) nesta associação que rege e tutela a modalidade na zona norte do Pais.

Em segundo comunicamos que o Sr. Vitor Moura não é treinador de kickboxing uma vez que não possui licença legal para o cargo de treinador de kickboxing o que obriga a ter o curso de treinador de nível 2 e a graduação de cinturão negro da modalidade.

Em nenhum dos casos tal está a ser cumprido uma vez que nenhum dos pressupostos para ser treinador consta nos registos desta associação da pessoa em questão, o que o impossibilita de todo ensinar, orientar e formar praticantes da modalidade a pessoas que querem aprender kickboxing com técnicos credenciados e que neste caso estão a ser enganadas.

De salientar que a Direcção desta Associação desportiva tendo em conta os princípios basilares pela qual a conduta dos seus elementos/praticantes se pauta, repudia totalmente a prática destes actos por parte deste dito treinador em questão que não tem quaisquer credenciais para ensinar a modalidade e se faz passar por treinador.

Queremos, assim, tornar claro que a prática de kickboxing dada a credibilidade que a mesma tem conseguido junto de quem pratica desporto, só pode ser ensinado por técnicos credenciados e acreditados pela Associação de kickboxing e Full-Contact da região Norte, pelo que jamais poderá a imagem da modalidade que, com orgulho e dignidade construímos, ser minimamente prejudicada por pessoas sem credenciação que se fazem passar por treinadores de kickboxing sem possuírem formação para tal.

Os princípios basilares supra mencionados, pelos quais esta modalidade se rege, condena todo e qualquer tipo de acto que desrespeite a lei e os estatutos em vigor, sendo que assumida claramente esta postura, não deverá ninguém desrespeitar a modalidade em causa,

Assim, serve o presente para sensibilizar quem de direito, para que futuramente noticias destas não sejam avançadas de forma tão leviana, pelo que o merecido respeito pela modalidade tem que ser sempre tido em conta.

Sem mais de momento despeço-me com estima e consideração.

O presidente da Direcção,
Alberto Costa

  Categories: