Confusão na bilheteira

Foi um verdadeiro pandemónio o que hoje sucedeu na entrada do Afonso Henriques.

Na verdade, os vitorianos que não adquiriram ingresso para o desafio, de forma atempada, depararam-se com uma fila enorme e nada condizente com o suposto pouco interesse que o jogo poderia suscitar.

Tal imbróglio deveu-se à medida peregrina de colocar os bilhetes para sócio nas habitualmente bilheteiras para não sócios, o que congestionou de modo assustador o levantamento dos mesmos.

Efectivamente, a vinte minutos do dealbar do prélio, a supra referida fila chegava quase à entrada da Porta 1, sendo que atendendo a tal facto muitos vitorianos optaram por abandonar o projecto de assistir ao desafio.

Quanto aos resistentes, foram aguentando os nervos na medida do possível, ainda que se tenha presenciado algumas cenas próprias do nervosismo decorrente do avançar da hora, bem como muitos sócios não conseguiram ver o golo prolegómenico de Toscano.

Lamenta-se tal situação e questiona-se publicamente a Direcção se tal medida é para manter… já que, hoje, o jogo foi contra o Malveira e a afluência foi diminuta… e se na próxima eliminatória o Vitória receber um jogo com uma equipa que traga muitos adeptos e os nossos acorram em maior número? Será que a fila vai chegar ao Guimarães Shopping? Ou, ao invés esta medida peregrina vai morrer à nascença, perecendo em favor do bom senso ? Esperemos que esta última hipótese prevaleça!

  Categories: