Corpo Ausente! Coração sempre presente!

Pediram-me para contar a minha experiência como vitoriano, fora de Guimarães.
Assim dir-vos-ei que nesta terra, S. Bento, já somos bastantes, já que para além da família Pontes, que é a minha, já há outros adeptos que foram contaminado por esta doença benigna.

No caso da minha família, tal honra já vem dos tempos dos nossos avós, devido ao facto da família do lado do meu pai ter vindo de Guimarães, há cerca de 70 anos, para aqui.

Desde esse momento tudo o que nasce na família Pontes era e é Vitoriano!

No caso do meu pai, em particular, juntamente com outro irmão foram trabalhar para Guimarães com 13 e 12 anos de idade, respectivamente… tratou-se de um verdadeiro regresso às origens!

O meu pai, nesse período, inclusivamente treinou no Vitória, no tempo do treinador Sr. Barreira.
O nosso clube nessa altura escolhia jogadores para as equipas iniciados e juvenis através de um torneio que organizava todos os anos entre as várias freguesias de Guimarães e uma dessas equipas, era denominada de “Unidos Sampaio” e era formada por rapazes da zona da rua D. João, onde era antigamente a sede do Vitoria.
Nessa equipa jogava, além do meu pai, o Carvalho, que além de ter jogado no vitória hoje é treinador.

Entretanto, o meu pai teve de deixar porque o meu avô estava emigrado na Alemanha e não permitiu que continuasse com medo dele abandonar o trabalho para jogar à bola.

Actualmente, ainda, tenho 3 tios em Guimarães, um dos quais é proprietário da ” Churrasqueira do Toural” onde se encontram varias recordações do passado vitoriano, bem como adereços actuais.

Quanto ao meu progenitor, é dono deste café no S.Bento que se chama “Café Damena” e onde a nível desportivo apesar de frequentado por adeptos de vários clubes, o Vitoria é e será sempre o principal.

Na verdade, é uma grande alegria, principalmente no mês de Agosto, quando vêm Vitorianos a pé ao S.bento e chegam aqui e dizem: “ ESTOU EM CASA“, em voz alta.

A noticia mais recente que agitou o universo vitoriano desta zona prende-se com o facto de termos a conviver, diariamente, connosco o grande Doutor Salgado, que foi médico do Vitória há poucos anos e que está a exercer a sua profissão no nosso posto médico.

Está já prometida, para breve, a oferta por ele de um quadro pintado à mão relativo ao Vitória para colocar junto com os outros símbolos.

Porém, e para grande mágoa nossa, naquela parede tão branca e bela falta uma camisola assinada pelos jogadores do Vitoria e que já foi prometida pelo Presidente Emílio Macedo quando por aqui passou há cerca de 2 anos..porém, até hoje, a mesma ainda não apareceu!

Filipe Pontes
S.Bento
Um abraço e VITÓRIA ATÉ MORRER…

Fotos :

  Categories: