Direito de resposta ao jornal “O Jogo”

A Associação Vitória Sempre marcou para as 10 horas uma manifestação junto ao Complexo da Unidade com o objectivo de protestar pelo atraso na marcação da assembleia geral extraordinária, pedida por um grupo de sócios em Novembro, e repudiar a gestão que tem sido feita por Emílio Macedo da Silva.

in o jogo

Não sabemos as fontes de informação do referido jornal, mas cumpre informar que a manifestação não foi por nós marcada. Simplesmente, demos voz a uma iniciativa de um grupo de sócios que nada têm a ver com a Associação. Como em tantas outros actos de exaltação clubística, a actividade foi publicitada no nosso sítio, pois achamos que como uma associação representativa de vitorianos devemos dar voz a qualquer acto que diga respeito à vida do clube.

Porém, apesar de nada ter sido organizado pela Associação, nada impedirá os membros dos seus órgãos sociais, bem com os seus sócios e foristas de, caso achem o mais correcto, intervirem na sobredita manifestação, sempre a título pessoal e sempre responsabilizando-se a título pessoal pelos seus actos.

Lamenta-se, porém,a  contra-informação do referido jornal, que na ânsia de obter notícias fáceis, visita regularmente o nosso site, daqui retirando notícias que publica. Porém, fruto de mau jornalismo, descontextualiza-as, criando fáceis veículos de desinformação aos leitores,  o que se repudia manifestamente e que sucedeu no presente caso.

Aliás, afirme-se que tal situação, se deve à medida, por nós, implementada de restrição do acesso a determinadas áreas do fórum. Como o jornalista em questão não conseguiu aceder à contextualização da discussão e deve ganhar à peça, dizemos nós,  lançou para o ar um conjunto de inverdades, que a bem da verdade e supra desmentimos.

Deste modo, e esperando que nada de menos correcto suceda, a Associação VitóriaSempre vem demarcar-se de qualquer hipotético e funesto acaso, apelando a que todos os manifestantes saibam agir dentro do maior civismo e correcção.

  Categories: