Façam O Vosso Juízo…

Hoje de manhã no Jornal Record:

O presidente Emílio Macedo garantiu ontem a Record que a prioridade do Vitória passa por resolver a questão da aquisição de outro ponta-de-lança o mais rapidamente possível, de modo a que o treinador Manuel Machado possa ter uma alternativa viável para o lugar de Edgar a curto prazo. De preferência ainda a tempo de integrar a lista de jogadores que vão fazer parte das opções na 3.ª pré-eliminatória da Liga Europa e que tem de dar entrada na UEFA até à próxima sexta-feira, dia 22.

“O empenho do departamento de futebol para resolver a possibilidade de contratar mais um avançado é total”, afirmou Emílio Macedo, sem comentar as possibilidades em cima da mesa neste momento.

No Guimarães Digital e confirmado na Rádio Santiago e assim transcrito no nosso sítio:

Depois de vários nomes como N’Djeng, Soudani e Souari, por dificuldades em garantir algum deles por um preço condizente com as capacidades financeiras do Vitória, a direcção, conjuntamente com o técnico Manuel Machado, decidiu apostar no brasileiro William, que se encontrava no rol dos dispensados, e que no ano passado houvera sido cedido ao Vitória de Setúbal, tendo mesmo apontado um golo ao Vitória.

Agora, e após uma série de investidas fracassadas, a solução encontrada passou por um jogador com contrato com o clube, mas que por fruto de uma arreliadora lesão no joelho na transacta época jamais conseguiu confirmar as credenciais de goleador que trazia do Paços de Ferreira, apesar de a intermediar a sua passagem para o Vitória ter uma malograda passagem pelo futebol russo, no Anzhi.

Assim, o avançado brasileiro será inscrito na lista a enviar para a UEFA de 25 jogadores que poderão intervir na terceira eliminatória da Liga Europa, bem como já foi apresentado na passada sexta feira com a camisola número nove, o que dava, desde logo, a indiciar que seria uma aposta válida de Manuel Machado.

O que mudou da manhã para a tarde? Que fontes são usadas para elaborar as notícias? Ou há entrevistas fictícias? É que se as há o jornal carece de procedimento judicial!

Mas se não, para quê viajar à Argélia, a Marrocos e descobrir, finalmente, a solução em casa? Solução essa, que o treinador tinha colocado nos dispensados.

O que é certo é que da manhã para a tarde tudo mudou… mas verdade seja dita, às vezes contratar por contratar é o pior dos erros!