Importa-se De Repetir?

Pedimos desculpa ao Desportivo de Guimarães por apropriar-nos da capa deste órgão.

Porém, a verdade é que a declaração de capa proferida por João Cardoso, roça o despotismo e o absolutismo puro e merece ser assinalada para que todos que lutam por um Vitória maior tomem conhecimento dos terrenos em que se movem.

E a declaração inserta na foto, demonstra isso à saciedade.

Desde quando a vontade dos sócios é uma leviandade? Será que não terá sido mais leviano, os sócios terem eleito um conjunto de pessoas que, agora, não respeitam a vontade desses eleitores?

É que legalmente e processualmente tudo se desencadeou para que em Assembleia geral fossem escrutinados os desígnios dos sócios quanto à presente direção…porém, vá-se lá saber porquê, os estatutos não irão ser respeitados e Assembleia nem vê-la.

Ou não será mais leviano destruir um clube, afastar os sócios do estádio, não executar o orçamento apresentado, dar entrevistas a vangloriar a diminuição do passivo e apresentar, posteriormente, o seu aumento, não marcar uma Assembleia geral retificativa das contas, entre tantas outras situações?

E, agora, através de uma justificação injustificável afirma a razão da não marcação da Assembleia geral extraordinária…quando como representante máximo dos vitorianos deveria, simplesmente, pugnar pelo cumprimento dos estatutos do clube, bem como a defesa dos sócios do mesmo…

Sabemos, agora, que é para evita leviandades que não se dá voz aos sócios! Não será mais leviano não respeitar a vontade de quem, religiosamente, paga quotas e que, ontem, demonstrou graças a estes factos estar cada vez mais divorciado do Vitória?

Lamentável, o que andam a fazer ao Vitória!

 

 

 

  Categories: