[Seniores Femininas Voleibol] VSC – Sp.Espinho

Desaire inesperado, quando as expectativas no inicio do jogo eram altas após a vitória do jogo anterior e com bastante público a apoiar. Esperava-se nova vitória, sobre uma equipa, na teoria, inferior, mas também, a combatividade típica das equipas espinhenses, e essa não faltou.

O Vitória alinhou com 1-Diane, 2-Beta (capitã), 3-Cátia, 4-Xana, 7-Joa, 9-Telma Nunes, 10-Patricia Teixeira, 11-Sónia, 12-Raquel Maia, 13-Patricia Fernandes, 14-Telma Silva, 16-Elsa .

A equipa vimaranense até entrou bem na frente embora apenas por um ou dois pontos, e assim manteve essa vantagem até ao final do set, apesar de estar a ser um jogo não muito bem jogado, mas estar a ser bem controlado, terminando em 25-23.

No segundo set a história foi muito diferente. Praticamente sem erros e bastante eficaz, contra uma equipa do Espinho perdida em campo, o resultado espelha o desenrolar do set, 25-14.

Num jogo onde já toda gente esperava os três pontos, aconteceu o impensável. Uma terrível entrada no terceiro set, com desvantagens de 1-5, 2-7 e 3-11, que nunca mais foram corrigidas, apesar das muitas recuperações e mudanças feitas na equipa, que não se conseguia encontrar em campo, acabando por perder por 20-25.

A receção tinha caído muito de qualidade, e piorou no quarto set., com as espinhenses a dispor de várias vantagens de quatro e cinco pontos, sempre recuperadas pelas conquistadoras, que na fase decisiva das vantagens, não conseguiram fechar o jogo, acabando por perder o set por 25-27.

Assim, mais uma vez a equipa teria de disputar a malfadada negra, que continua sem conseguir vencer. Apesar de ter entrado bem, os constantes erros deram vantagem às adversárias que terminaram o jogo com um ás, perante a passividade da receção.

No final o desalento e tristeza eram enormes das atletas da casa, perante mais dois pontos desperdiçados. Mas não há que desanimar, foi o final da primeira volta, que deu para ver que somos melhores que as nossas adversárias, e só será preciso haver confiança por parte de toda gente e com certeza as vitórias chegarão.
Os objectivos mantêm-se intactos e continuamos a só depender de nós para os alcançar.

O inicio da segunda volta será já este fim-de-semana, em casa perante o AVC, e será o inicio de mais uma grande recuperação desta equipa, que já na próxima semana terá também o desafio da Taça de Portugal frente ao Lusófona, no dia 1 de Dezembro, onde esperamos ter casa cheia a apoiar.

  Categories: