Nulo na Vila das Aves (fotos)

O Vitória jogou esta noite, na Vila das Aves, mais uma partida de preparação para a nova temporada. Alinhou com Serginho na baliza; defesa constituída por Pereirinha na direita, centrais Moreno e Freire e Bruno Telles na esquerda; Meio campo com Flávio mais recuado, Edson Sitta e João Alves mais descaídos nas laterais e Faouzi a nº10; na frente de ataque Maranhão acompanhava Edgar.

O Vitória desta noite em nada teve a ver com o Vitória do Torneio de Guimarães, longe daquela equipa de ataque rápido e concretizador (6 golos em 2 jogos).

Hoje viu-se um Vitória encolhido no terreno, dando muitas vezes a iniciativa de jogo ao Desportivo das Aves, apesar das melhores oportunidades nos minutos iniciais pertencerem à turma vitoriana. Cruzamento de João Alves e remate de Edgar desviado para canto, desse canto Moreno desviou ao primeiro poste com muito perigo. Logo após, livre na direita já perto da área avense, Bruno Telles remata com força para uma boa defesa de Hélder Godinho. Sempre numa toada morna, o Vitória voltou a criar perigo num cruzamento de Bruno Telles em que o guarda-redes adversário larga a bola e João Alves quase chega a tempo de emendar. Na jogada seguinte cruzamento de Maranhão na esquerda e João Alves a aparecer, novamente, rematando forte mas a bola a bater no corpo de um adversário, já com o guarda-redes batido.

A partir dos 20 minutos, a equipa da casa começou a crescer mais no jogo e a criar mais perigo. Primeiro num livre lateral que moreno alivia e logo depois a jogada mais bonita do encontro, grande jogada de Vasco Matos pela esquerda cruza para o ex-vitoriano Rabiola, em que este faz uma simulação de corpo deixando completamente isolado no nº 7 avense, Pedro Pereira, que desperdiça a oportunidade de abrir o marcador atirando por cima.

Com um ritmo cada vez mais forte, o Desp. Das Aves tem a melhor oportunidade da primeira parte aos 30 minutos em que Rabiola desmarca-se na direita, fugindo em velocidade para a área, remata ao poste direito da baliza de Serginho, que nada mais poderia fazer.

Da primeira parte pouco mais há a contar, exceptuando uma boa jogada de Faouzi que foge pela esquerda acabando por cruzar contra um defensor ou uma defesa atabalhoada do nº1 avense.

Na segunda parte, o Manuel Machado mudou toda a equipa exceptuando o guarda-redes, Serginho. Jogou então Serginho; Alex, Ricardo, Valdomiro, Anderson Santana; Ostolaza, Custódio, João Ribeiro, Rui Miguel; Bebé e Douglas.

A segunda parte, trouxe um Vitória frouxo, com pouca garra e vontade, mostrando ao técnico Manuel Machado que ainda há muito para fazer.

O Desp. Das Aves sempre com mais bola, com as melhores situações, desde cedo tentou arrombar a baliza vimaranense.

Logo aos 7 minutos, Pedro Pereira remata de longe com muito perigo. O Vitória responde num canto, apontado pelo canhoto Anderson Santana, e Valdomiro aparece na pequena área a cabecear por cima. Esta foi a melhor oportunidade do Vitória em toda a segunda parte. Depois disso, o Vitória só voltou a rondar com perigo a baliza do Desp. das Aves em duas arrancadas de Bebé, primeiro pela esquerda e depois pela direita, cruzando chegado à baliza e por pouco não marcou golo nas duas situações

Pedro Pereira voltou a criar perigo noutro remate de longe depois de um passe longo da defesa.

Depois de muitas substituições da equipa avense, Nelson Pedroso na conversão de um livre directo, descaído para a direita, faz a bola bater com estrondo na trave da baliza de Serginho.

E assim terminou o jogo…