O Vitória Arrisca Muito!

N’Djeng já tem tudo apalavrado para ser  jogador do Vitória, após uma ultra maratona de negociações.

Com efeito, durante um mês as partes degladiaram-se na defesa da dama que representam, procurando obter vantagens e benefícios no acordo.

E, como todos sabem, um acordo implica a cedência de ambas as partes. E neste caso, para o camaronês ser jogador do Vitória isso teve de suceder. Acredito que o Vitória pagou mais do que os inicialmente oferecidos 400 mil euros, e os argelinos facilitaram nos modos de pagamento, bem como baixaram dos 800 mil.

Porém, e se o acordo está feito, porque é que o jogador, segundo um jornal de hoje, ainda, vai à Argélia representar a sua anterior entidade patronal num último jogo?

Não querendo parecer agoirento e, se por ventura, o atleta se lesiona??? Vem recuperar para Guimarães e o Vitória arca com as despesas?

Além disso lembremos que o Vitória, oficialmente, entra em campo pela primeira vez a 28 de Julho. Não tendo lutado tanto pela aquisição do atleta, não deveria o mesmo entrosar-se o mais possível com os novos colegas de equipa, para ser a mais valia que se espera nos jogos iniciais da temporada e que poderão ajudar a definir o sucesso deste exercício?

Além do mais, sabemos como funciona África… um continente perdido, no meio desta aldeia global. Permanecendo as supostas pressões de clubes a pagar mais e sabendo que, de escrito, ainda nada existe, será que os argelinos não vão dar o dito por não dito e procurar lucrar mais com um dos seus principais activos?

Apesar de estarmos em cenários hipotéticos, a verdade é que o Vitória arrisca muito em deixar o atleta partir assim… de momento, vem à memória Tiero e tememos que um dos principais reforços da época, ainda, possa ser surripiado à socapa por alguém desprovidos de valores de eticidade…esperemos que não!