Vitória Aumentou Passivo…Em 700 Mil Euros!

E a surpresa estalou…

Não obstante os (muitos) milhões provenientes da venda de jogadores, com destaque para Bebé, e a entrevista de Luciano Baltar – se fosse como ele dizia, atendendo ao quadro até era bom -, a verdade é que a revelação das contas vitorianas trouxe um imenso choque.

Na verdade, as contas do clube apresentam um aumento de passivo de setecentos mil euros, atingindo na sua globalidade um valor superior a treze milhões de euros, sendo que o passivo exigível das contas de 2009/2010, resultante das novas regras contabilísticas, foi corrigido em mais de um milhão e quatrocentos mil euros.

O Conselho Fiscal do clube atribui tal aumento ao aumento das dívidas ao Estado e a outros credores.

Porém, nas contas demonstram que o clube auferiu sete milhões e duzentos e trinta mil euros nas transferências de atletas, tendo apenas gasto um milhão e setecentos e vinte e cinco mil euros no passe de sete jogadores.

Além disso, o passivo a curto prazo, aquele que tem de ser liquidado mais rápido, aumentou de 84% para 94% da totalidade das contas, pelo que o Vitória terá de liquidar a curto prazo 12 milhões e oitocentos mil euros.

Destaque, também, para a mensagem introdutória de Emílio Macedo da Silva reconhecendo que a crise tornou um clube da dimensão do Vitória muito difícil de gerir, mas não se demitirá das suas responsabilidades.

Dias muito difíceis se avizinham para o nosso clube…

  Categories: