O Xistrema…Esse Maldito!

Hoje há festa em certos lares…

Finalmente, após inúmeras tentativas, abateram o Vitória… não foi o Gralha com o seu patético fiscal de linha, não foi João Ferreira, foi Xistra que deve ter hoje garantido uma bela classificação na avaliação final dos LADRÕES com autorização para dirigir jogos de futebol, em Portugal…

Pese embora a força de carácter da equipa vitoriana, certo era que um dia haveria de sucumbir…sucumbir à falsidade desportiva, sucumbir aos jogos de interesses, sucumbir aos bastidores sujos que pretendem colocar os três grandes nos lugares cimeiros, ou em alternativa uma equipa que, ainda, está a sete pontos dos Conquistadores, mas que em bom português, baixou as calças e virou-se de costas para os mandantes de futebol, para crescer…

Porém, em Guimarães, além da honra que nunca nos permitiria fazer isso, existe um sentimento de ipseidade que choca e assusta essa gentalha… essa cambada que se ri de pessoas que pugnam pela verdade desportiva!

Era certo que depois de Vieira, Salvador e outros terem disfarçados a competência dos seus assalariados com erros de arbitragem, o Vitória era um alvo a abater; aliás, a nomeação de Xistra que ROUBOU escandalosamente o nosso clube contra o Porto – ao contrário do que se disse, a grande penalidade de Fucile sobre Edgar não se olvida -, deixava antever isso!

E tal sucedeu… uma grande penalidade fantasmagórica que começou desde cedo a decidir o desafio e uma claríssima escamoteada sobre João Paulo… será que com tantas adversidades, era possível fazer mais?

Entretanto, a certeza que continuaremos a calar-nos à pouca vergonha… auto-mutilando-nos pelos erros dos outros, na certeza que Emílio Macedo da Silva não fará o que os outros fazem: berrar bem alto, mesmo quando sabe não ter razão…

Esse mutismo, na pretérita época, causou a não qualificação para uma prova europeia… e este ano, o que custará, quando a desfaçatez é sucessiva e só tem sido camuflada pela atitude de uma equipa que só hoje soçobrou perante tantas adversidades???