Outra vez penalties!


 

E a história repetiu-se! Tal como em Setúbal, o Vitória elimina mais um adversário do mesmo escalão através das grandes penalidades, com um forte contributo de Douglas Jesus.

Num jogo difícil, o Vitória saiu para o intervalo a perder por 1-0.  O golo de Fidelis fez a diferença num jogo equilibrado. No reatamento o jogo continuou sem grandes oportunidades, mas Ricardo não desperdiçou um remate cruzado e aos 64 minutos repôs a igualdade, que levaria o jogo para prolongamento, onde o mesmo resultado se iria manter até aos 120 minutos.

Nas grandes penalidades o universo vitoriano teve de sofrer, visto que João Ribeiro falhou o primeiro tento. No entanto, depois de sete penalties para cada lado, o Vitória levou de vencido o Marítimo (4-5).

Sem um futebol vistoso é certo, mas com as palavras união e sofrimento bem presentes, o Vitória está nos quartos-de-final da Taça de Portugal.

 

  Categories: