Quem É (Ou São) O(s) Empecilho(s)?

Emílio Macedo e Pedro Mendes chegam a acordo que pode… falhar!
Sábado, 09 Julho, 21:24

Pedro Mendes

O médio Pedro Mendes tem tudo acertado com o presidente do Vitória para regressar ao clube, contudo, o negócio pode não ser consumado.

O jogador, de 32 anos, pretende que a sua contratação tenha unanimidade no seio dos responsáveis do clube, todavia, o regresso de Pedro Mendes parece não colher reciprocidade por parte de alguns elementos da estrutura vitoriana, devido ao médio não ser encarado por todos como um alvo prioritário para reforçar o plantel.

Segundo apurou a GMRtv, o médio já acertou questões do foro financeiro e aceitou a primeira proposta salarial apresentada por Emílio Macedo.

De acordo com informações recolhidas, Pedro Mendes tem “muita vontade” de regressar ao Vitória, porém, não quer ferir susceptibilidades no clube onde foi formado.

O talentoso médio saiu de Guimarães na época 2002/03, sendo transferido para o FC Porto. De lá, saiu para o futebol inglês onde representou o Tottenham durante duas épocas e o Portsmouth quatro temporadas.

Em 2008/09, Pedro Mendes experimentou o campeonato escocês, onde esteve época e meia no Rangers, regressando depois a Portugal para defender as cores do Sporting.

Que é isto? Quem dentro do Vitória procura prejudicar o clube impedindo a contratação dos um dos melhores futebolistas nacionais?

Que política desportiva despreza as figuras cimeiras do clube e impede o regresso dos melhores jogadores do clube? Qual o interesse disso?

Nunca nenhum clube desprezou um símbolo…Rui Costa acabou no Benfica, Maldini no Milan, Bergomi no Inter,  bem como Zanetti acabará, Hierro no Real, entre tantos outros, e nunca foram desprezados!

Se tal for verdade, entre os empecilhos que estão a impedir a transferência de um filho querido dos vitorianos, ou um símbolo para todos os sócios vitorianos, estes últimos já decidiram: vá-se o dito, ou os ditos se forem mais do que um, e contrate-se um dos grandes ídolos da história…é que nem merece dúvidas, nem discussão!