Relações Com Porto Normalizadas?

Parece ser o facto mais relevante da pré temporada vitoriana.

Com efeito, segundo informações publicadas, as relações entre o Vitória SC e o Porto parecem ter reentrado num clima de normalidade, tendo o encontro entre os máximos dignitários do clube, no passado Sábado, decorrido com extrema cordialidade e com vontade de ambas as partes reatarem uma relação que sempre fora de respeito e cooperação mútua.

Com efeito, ainda antes da pugna na UEFA, em que Emílio Macedo da Silva se colocou ao lado do Benfica, tornando-se um figadal inimigo de Jorge Nuno Pinto da Costa, o que levou às consequências conhecidas – perda de jogadores que ajudaram o eterno rival a entrar na Champions (Alan, Luís Aguiar e Renteria) e constantes humilhações ao clube e aos seus sócios aquando das deslocações ao Dragão – parece que finalmente o machado de guerra vai ser enterrado.

A atestar tal asserção, o facto de o Porto não ter vetado a transferência do lateral ganês, David Addy, para o Berço, já que em outros tempos nem sequer os dirigentes vitorianos tinham permissão para entrar no décimo quarto andar da Torre das Antas, reduto da SAD dos portistas.

Acresce ao facto de, alegadamente, o affaire Addy estar a ser gerido do lado azul e branco pelo novo homem de confiança de Pinto da Costa: o seu genro, Filipe Pires, que demonstra a vontade dos portistas em reatarem uma relação que sempre foi frutuosa para ambas as partes.

Aguardemos com expectativa, os acontecimentos futuros…