Salários Em Atraso No Voleibol…

É uma notícia avançada pelo Jornal O Povo e confirmada pelos responsáveis da equipa técnica do voleibol vitoriano e que coloca, novamente, em causa a situação financeira do Vitória.

Assim, os atletas da equipa sénior encontram-se sem receber qualquer subsídio desde o início da temporada, estando, neste momento, a envidar esforços para que a situação seja regularizada o mais rapidamente possível.

Por causa disso, hoje a equipa dirigiu-se ao complexo desportivo, de modo a ter uma reunião com o presidente do clube, Emílio Macedo da Silva. Desse encontro esperavam os atletas uma palavra que apaziguasse os espíritos atormentados por nada receber.

Allan Cocatto, em declarações à mesma publicação, descartou a hipótese do plantel realizar uma greve, apesar de afirmar que já há atletas e respectivas famílias a viverem com dificuldades. Acrescentou, ainda, que a presente situação não é virgem no clube, porém nunca houvera sucedido no início da época desportiva.

A estas afirmações, adiu que a equipa não pretende mais ouvir justificações de intermediários, querendo uma palavra de quem manda no clube.

O director do volei dos branquinhos , Américo Correia, garantiu que tudo está a ser feito para regularizar a situação, tendo, já, alguns jogadores recebido uma parte do salário e  outros a sua totalidade. Apelou, ainda, à compreensão de ambas as partes, pois os tempos de crise só agudizam a presente situação.