Santa Clara – Vitória B (Antevisão)

simbolos antevisão

O Vitória B desloca-se este Domingo aos Açores, de forma a defrontar pelas 16 horas o Santa Clara, em partida a contar para a 30ª Jornada da 2ª Liga.

Para o jogo de Ponta Delgada, o Vitória B, vai com intuito de conquistar pontos, pontos esses muito importantes na luta pela manutenção.

Relativamente ao último jogo, que como já é por demais conhecido, foi suspenso ao minuto 8, Luíz Felipe vai fazer novamente várias alterações no 11 inicial.

Assim no quarteto defensivo, Luís Rocha que iniciou a última partida como titular, vai ser chamado à Equipa principal, nesta particularidade, Káká vai voltar novamente a ocupar o lado esquerdo da defensiva.

Já na zona intermediária, Leonel Olímpio, vai voltar a capitanear a Equipa principal, e para o seu lugar vai regressar à Equipa B, o médio costa-marfinense Siaka Bamba, que ainda no último fim-de-semana foi opção inicial para Rui Vitória no derbi minhoto. Bamba vai assim jogar à frente da defesa, até porque Josué encontra-se lesionado.

Ainda no miolo do terreno, Barrientos que também jogou a última ronda como titular na Equipa B, vai também ele voltar as opções da equipa principal, o que faz com que Luíz Felipe, aposte novamente no senegalês Zázá (já mostrou qualidade  no passe, e tem tentado transportar jogo para zonas ofensivas).

Será primordial que o Vitória consiga ganhar a luta a meio-campo, de forma a que a Equipa tenha o controlo da partida, e possa ter a bola em sua posse, fazendo com que o adversário, não coloque o ritmo da partida, ainda mais atuando em casa, situação que as equipas das ilhas utilizam bem (“jogam” muito com as condições climatéricas, detalhe que as equipas continentais sentem sempre algumas dificuldades em se adaptar).

Na frente de ataque, também o Treinador do Vitória, terá que fazer fazer mais duas alterações, pois Tomané está lesionado, e Jona (estranhamente não será opção para o jogo nos Açores), não vão a jogo, o que faz com que possivelmente Rafa e Lamelas voltem à Equipa, passando o venezuelano Machís a jogar como o homem mais adiantado no ataque.

Com esta opção, o Vitória vai tentar explorar a rapidez dos homens da frente, jogando numa toada de contra-ataque, e apostando no possível erro do adversário.

O 11 deve ser o seguinte:

11

Quanto ao adversário, os Insulares, vem de dois triunfos consecutivos, e espreitam ainda a possibilidade de lutar pela promoção. A jogar em casa, apenas foram derrotados por duas vezes (Belenenses e Sporting B), o que mostra as dificuldades que o Vitória vai ter no Estádio de São Miguel.

Na Equipa orientada por Luís Miguel ( a Equipa joga num 1x4x3x3, com um triângulo invertido a meio-campo, e na frente com dois alas bem abertos, e que dão profundidade ao jogo insular)  pontificam jogadores como Pacheco (o jogo do Santa Clara passa muito pelos pés deste médio), Alex (extremo forte nos duelos individuais), Platini (este extremo internacional cabo-verdiano é muito veloz , móvel, e tem uma técnica muito refinada criando muitas dificuldades aos laterais), Porcellis (o avançado brasileiro tem faro pelo golo, pois já leva 17 golos apontados esta época, sendo que é um avançado poderoso no jogo aéreo, e é oportuno a surgir no espaço vazio), e os também experientes Pedro Cervantes (médio sempre muito útil), e Reguila (o avançado continua a faturar),que apesar de não serem muitas vezes titulares, “emprestam” qualidade à Equipa, quando são chamados a atuar .

Nesta fase o importante é conquistar pontos, perante este facto, o Vitória B, tem que dar prioridade a amealhar pontos, e não em jogar  bem, pois se assim fosse, esta jovem Equipa teria muitos mais pontos que os 23 pontos atuais (ainda que com menos um jogo).

Com a entreajuda de todos, e fazendo um jogo taticamente bem conseguido, o Vitória vai conseguir trazer este Domingo pontos na “bagagem”, e dar um passo rumo a manutenção na 2ª Liga.

Força Vitória!