Soudani… The Killer Chegou do Magreb!!!

Chegou como segunda opção, após o falhanço da operação N’Djeng.

Apesar de rotulado como o melhor marcador do campeonato argelino e internacional por aquele país, a verdade é que nos primeiros jogos o rendimento do jovem argelino deixava a desejar… além de uma Liga totalmente nova, o facto de ser a primeira experiência longe da sua Chlef e do seu ASO – único clube que houvera representado – não facilitavam a sua intenção de convencer todos os vitorianos.

E, na retina, aquele jogo com a Olhanense, em Olhão…com ele a titular e a desperdiçar oportunidades atrás de oportunidades, bem como a hipótese de se firmar como opção ao matador Edgar… esse, por esses dias, sim, o decisivo, o artilheiro…e artífice de uma recuperação na tabela classificativa tão necessária, como justa!

E, após isso, um estranho ocaso… entrecortado com dois golos que evitariam uma humilhante derrota com o Moura para a Taça… mas, não obstante isso o ocaso…o apagamento… o banco de suplentes, mesmo com Edgar a decair em produção de golos e de qualidade exibicional!

Até que a necessidade aguçou o engenho… Edgar castigado e a obrigatoriedade de arriscar num atleta que, ainda, não houvera justificado uma aposta… porém,a  história seria outra… potência, qualidade, bons pés, inclusivamente o esquerdo e golos… de belo efeito e dignos de um bom avançado… herdeiro de Madjer e da inolvidável selecção que surpreendeu o mundo em 1982, no Mundial de Espanha!

Hoje, novamente a classe pura do the killer… se ao Paços de Ferreira fora em arco de fora da área…com o Leiria fora de cabeça e em classe…hoje, uma trivela a demonstrar que o Vitória terá descoberto um avançado completo que domina todos os momentos do jogo…que o entende em todas as suas vertentes…e não demonstra debilidades nem no jogo aéreo, nem com a bola nos pés…

Uma das grandes esperanças para a próxima época, resolvam-se os problemas burocráticos que vêm ameaçando a sua permanência em Guimarães…