Tudo resolvido numa penalidade…

Sem Título

@ zerozero.pt

A equipa de Rui Vitória deslocou-se ao Estádio do Dragão para defrontar pela segunda vez nesta época o FC Porto. Relembro-lhe que o Vitória disputou em inícios de agosto a final da Supertaça Cândido Oliveira em Aveiro. Desta vez os conquistadores voltaram a perder mas por uma margem mais pequena.

Como já se esperava a equipa de Paulo Fonseca entrou melhor no jogo criando várias situações de golo. O Vitória também conseguia criar boas jogadas e poderia ter chegado ao golo por intermédio de Moussa Maazou.

Na segunda parte tudo se decidiu quando Pedro Proença apita uma grande penalidade que só ele viu! Poucos minutos depois do intervalo Quintero cai na área de Douglas e Pedro Proença sem qualquer tipo de dúvida apita para grande penalidade. Josué aponta o único golo da partida. Um lance que deixa muitas dúvidas a todos os que assistiram à partida. Nos minutos finais da partida o Vitória esteve por cima conquistando bastantes bolas paradas na sua zona atacante.

Ainda assim é de realçar a atitude que os homens que representavam o Vitória tiveram durante todo o jogo. Não fosse aquela grande penalidade assinalada por um dos melhores árbitros do mundo e o Vitória tinha saído da cidade invicta com 1 ponto na bagagem. Prova disso é a assobiadela dos portistas no final da partida para os seus jogadores.

Na próxima quinta feira há novo jogo! Desta vez em Lyon para a Liga Europa ás 18 horas no estádio Gerland. São esperados muitos milhares na cidade francesa.