União Madeira – Vitória (Antevisão)

simbolos antevisão

O Vitória joga este Domingo, pelas 16 horas na “pérola do atlântico” diante do União da Madeira, num desafio a contar para a 38ª Jornada da Segunda Liga.

É um jogo muito importante para a Equipa Vitoriana, que necessita dos 3 pontos de forma a ainda manter a esperança de se manter no segundo escalão do futebol nacional .

Para o jogo com a formação insular, Armando Evangelista em relação ao último jogo frente ao Aves, vai efetuar duas alterações no 11 inicial (desta vez com excepção de Siaka Bamba, não contará com “reforços” da Equipa principal, ao contrário das últimas 8 rondas da competição, o que diga-se não é muito benéfico para a Equipa, que necessitava de mais 3 ou 4 jogadores com tarimba e capazes de ajudar nesta fase primordial da época).

Assim na zona intermediária, Barrientos regressou aos A, e será substituído pelo jovem João Pedro (não é um organizador de jogo, longe disso, mas sempre que é chamado, corresponde, tentando ser criterioso no passe e no transporte de bola, e apostando no forte remate de meia distância que possui).

Já na frente de ataque, na faixa esquerda, jogará Diogo Lamelas (a época está longe de corresponder ao potencial que já demonstrou ter), que vai voltar à titularidade 7 jogos depois da última aparição, substituindo desta feita Hernâni.

O Vitória vai ter que demonstrar muita consistência defensiva, e terá que ter bola, de forma a conseguir ter o controlo das operações.

Nas transições para o ataque, o Vitória tem que imprimir velocidade ao seu jogo (sobretudo nas faixas e no espaço entre-linhas), pois pode ser assim que consiga ganhar a partida, é que o União tanto no eixo do setor defensivo, como no bloco central do meio-campo, tem jogadores que já não entram em correrias, casos de Kiko, Ávalos e Bruno.

O Vitória deve apresentar o seguinte 11 na Madeira

11

Do lado madeirense, a Equipa já conseguiu há algum tempo a manutenção (nos últimos 7 jogos não venceu), e joga agora as últimas partidas de forma descomplexada.

Em sua casa, o União apenas foi derrotado por 3 vezes, o que mostra as dificuldades que os opositores sentem em jogar na Madeira.

A nível tático, Predrag Jokanovic, coloca a sua Equipa a jogar num 1x4x2x3x1, sendo uma Equipa que gosta de jogar na expetativa, tentando defender bem, e sair com um futebol apoiado para as transições ofensivas.

Na Equipa Madeirense, destacam-se os veteranos Aválos, Bruno, Hugo Morais e Miguel Fidalgo, jogadores com muitos jogos no escalão maior do futebol nacional, e que tem “emprestado” muita experiência a esta Equipa.

Ao Vitória resta apenas tentar os 3 pontos, neste contexto é preciso fazer um jogo de qualidade, e onde vai ter que se correr e ter o dobro da raça, atitude e querer do adversário.

No final da competição é que se farão contas, até lá o Vitória tem que tentar ganhar as suas partidas, somando pontos que lhe permitam a manutenção ou uma posição que permita uma possível” repescagem”.

Força Vitória, continuem a acreditar que ainda é possível!