VITÓRIA 0-3 FC Porto

1146548_10151633632663167_1947352889_n

O Vitória foi ontem derrotado pelo FC Porto por 3 bolas a zero. Num agradável final de tarde/início de noite, os Conquistadores não conseguiram repetir o feito histórico alcançado há um par de meses e viram a Supertaça fugir para os lados da Invicta.

Ainda longe de estabilizar um grupo e de alcançar a forma ideal, o Vitória acabou por cair no teste mais duro antes do início do Campeonato nacional, prova onde deve recair toda a concentração de forma a ser possível garantir novo apuramento europeu.

O encontro disputado no Municipal de Aveiro começou da pior forma possível para o Vitória, com o adversário a abrir o marcador logo aos 5 minutos de jogo por intermédio de Licá. À passagem do minuto 16 o Porto aumentava a contagem e expunha as fragilidades defensivas do Vitória já detetadas na partida em Barcelos. Mesmo em cima do intervalo o opositor voltou a facturar em nova falha coletiva defensiva (nem Douglas escapou…) e o resultado ameaçava ganhar contornos hiperbólicos.

Para o segundo tempo Rui Vitória lançou Olímpio e Maazou, procurando de certa forma recompor uma muralha que havia ruído com estrondo nos primeiros 45 minutos. Com efeito, o Vitória estabilizou a meio-campo e foi entrando progressivamente no jogo. Destaque para algumas movimentações interessantes do nigerino Maazou, que começa a mostrar algumas credenciais. O avançado teve o condão de agitar o ataque e deixar o corpulento Mangala em trabalhos. Sem criar muito perigo efetivo o Vitória finalmente desenhou alguns envolvimentos ofensivos com pés e cabeça. Do outro lado o Porto tirou o pé do acelerador e limitou-se a gerir o resultado até ao fim.

O resultado final acaba por ser esclarecedor e indicativo das diferenças entre as duas equipas. Espera-se que equipa técnica e  jogadores tenham saído mais fortalecidos desta experiência e comecem já a virar atenções para o importante encontro face à Olhanense, no próximo sábado. É essencial entrar no campeonato com o pé direito e limpar a imagem de uma equipa que apesar de desvalorizada, tem ainda muita qualidade para oferecer.

No próximo sábado vamos todos ao D. Afonso Henriques dar sequência ao espetacular e inexcedível apoio dado à equipa em Aveiro e mostrar ao país por que somos os melhores adeptos do mundo!

FORÇA VITÓRIA!

  Categories: