Vitória Derrotado contra 14!E Outros Apontamentos

122543_4_504_JFS_1245

Antes de mais, uma palavra para os animais mentecaptos, que antes do jogo, praticaram actos de vandalismo nas imediações do estádio..a escória da sociedade sob um pretexto de um jogo de futebol, merece simplesmente ser abandonada em alto mar, com uma pedra bem pesada ao pescoço… actos indignos a lesarem inocentes que nem sequer sabiam que se ia disputar uma partida de futebol!

Longe vão os tempos em que esses energúmenos vinham a Guimarães e os seus únicos cânticos eram o silêncio…e  a imprensa sabuja teima em ocultar esses actos de vandalismo e arruaça atroz e própria de foras da lei, cujo único sítio de habitação deviam ser quatro grades!

Quanto ao jogo, o que dizer quando aos nove minutos, o homem que vestia de amarelo e vindo da zona do vinho fino e, certamente apreciador de fruta variada a acompanhar – e quem sabe banana? –  evitou a expulsão de Varela? Fosse ao contrário agiria assim?

E no minuto a seguir, renegou uma grande penalidade ao Vitória, por falta do porteiro de discoteca que joga a central na equipa adversária sobre Balde? Se fosse ao contrário, apitaria do mesmo modo?

E que dizer da inexistência dos cantos que originaram os dois primeiros golos do rival, mas que num intuito de empurrar a jovem equipa vitoriana para o seu último reduto foram apontados?

E, mesmo com três a zero, uma grande penalidade clara sobre Ricardo não apitada, sucederia se fosse com as cores trocadas?

Na verdade, esta equipa vitoriana enche todos os seus adeptos de orgulho…não fosse assim, os adeptos que golearam nas bancadas os mestres da arruaça, do insulto e do vandalismo, não se despediriam com uma calorosa ovação como forma de reconhecimento por tamanho esforço. E, apesar da derrota, deixaram tudo, lutaram incessantemente..só que para além do orçamento, defrontar catorze atletas, sendo que três alimentados a poder de muita fruta não daria grandes alternativas, quanto muito alternadeiras para quem apitou como apitou!

Quanto às bancadas, goleada para quem o único amor é o Vitória…quem não vai ao futebol para praticar actos criminosos… quem não provocou desacatos…e  que mesmo a ser derrotado não regateou apoio ao clube que os move…será que se fosse ao contrário, fariam o mesmo?

Nota negativa, também, para as caras diferentes que se viram nas bancadas…será que surgiram vitorianos por geração espontânea na última semana o que se saúda, ou será que houve vitorianos que cederam os seus lugares a rivais? Se assim é, lamenta-se e é preferível sermos poucos mas bons, do que, supostamente, muitos mas travestidos noutras cores…

Frise-se que, apesar de todos estes factos, o Vitória podia e devia ter jogado mais…ter tido menos medo…maior intensidade… e verdade é que homens como Alex, Marco Matias ou Bamba por muito apoio que possam ter não possuem andamento para estas andanças… e a incapacidade de se igualarem aos adversários é quase impossível!

Nota final, para o grunho que nos camarotes festejou os golos como o fez…o director de comunicação do clube rival, demonstra o quão é necessária uma privatização na RTP…se esse senhor (um mera formalidade de escrita que se homem nada tem, de senhor muito menos terá) trabalhava lá, já com este facciosismo, urge uma limpeza dos quadros e escorraçar os sebentos parciais que usam o dinheiro dos contribuintes para bajularem os senhores que os vão agraciando…

Quanto aos miúdos, deslocar-se-ão ao Estoril, na próxima jornada, e contra onze será expectável um jogo equilibrado, desejando-se o retorno aos bons resultados…

< FOTOS BREVEMENTE >