Vitória falhou, Marco Ferreira ajudou

P.Ferreira x VSC

 

O Vitória deslocou-se ao terreno do Paços de Ferreira com o objectivo de passar o ano no 4º lugar da tabela. No entanto, tantos golos falhados e um árbitro bastante habilidoso tornaram a missão bastante espinhosa.

Ainda com o jogo a frio, o Paços chega ao golo ao minuto 14 por Cicero, após cruzamento de Vitor. Pouco depois, começou a noite negra de Baldé, que se viria a agudizar ao permitir uma defesa fácil de Cássio na conversão de uma grande penalidade.

No segundo tempo, a turma vitoriana tentou reagir. Mas o golo de Cicero, precedido de fora de jogo, complicou ainda mais a tarefa. A esperança viria a renascer a 13 minutos do fim, com um golo de Barrientos, mas o resultado não se alterou.

Destaque para o anti-jogo dos pacenses, que apenas demonstraram interesse em queimar tempo e para o árbitro da partida, que para além de permitir o anti-jogo teve um critério disciplinar duvidoso.

Por outro lado, Marco Ferreira, depois de inúmeras paragens de jogo para assistência a jogadores do Paços de Ferreira, deu apenas 4 minutos de compensação, queimados por uma demorada substituição pacense e uma suposta lesão do seu guarda-redes, que também não foram compensados pelo árbitro madeirense.

Destaque também para Baldé, que após falhar uma mão cheia de oportunidades flagrantes, pediu desculpa aos adeptos vitorianos que se deslocaram à Mata Real.

 

  Categories: