Vitória vence Beira-Mar e regressa aos triunfos! [FOTOS]

095558_20_7965_JFS_7523

Site Oficial Vitória SC

O Vitória venceu este Domingo o Beira-Mar por 2-1, voltando novamente aos triunfos na Liga Portuguesa de Futebol.

Depois de duas derrotas nas duas últimas rondas, os Conquistadores levaram de vencida o conjunto auri-negro, atual lanterna vermelha da tabela classificativa.

Relativamente ao último jogo na Madeira, Rui Vitória efetuou duas alterações no 11 inicial, com Mamadou N´Diaye a regressar ao eixo da defesa (o maliano fez uma exibição de grande qualidade) e o ganês David Addy (voltou mais de um mês depois à competição) a ocupar o lado canhoto da defensiva.

Os Branquinhos entraram mais uma vez muito bem na partida (já havia acontecido o mesmo com o Moreirense, Académica e Nacional), e à passagem do minuto 5, Tiago Rodrigues bate um livre sobre o lado esquerdo do ataque, e no coração da área o goleador Amidó Baldé, com um toque subtil de cabeça, inaugurou o marcador no Estádio do Rei, fazendo levantar das cadeiras os mais de 9.500 Vitorianos presentes no Estádio do Rei.

O golo madrugador, fazia prever um jogo “tranquilo” para o Vitória, porém os aveirenses equilibraram a partida, e à passagem do minuto 26, Bura na sequência de um pontapé de canto (uma vez mais o Vitória voltou a errar neste detalhe) elevou-se ao 1º poste, e sem oposição e com um bom golpe de cabeça bateu Douglas, restabelecendo a igualdade no marcador.

Porém, logo no minuto seguinte o Vitória poderia ter regressado à vantagem, ainda assim o cabeceamento de Baldé levou tanta pontaria, que foi embater no poste esquerdo da baliza de Rui Rego.

Até ao final da 1ª parte, registe-se apenas para a gritante dualidade de critérios de Bruno Paixão, que não expulsou o veterano Hugo,  que após este ter jogado deliberadamente a bola com a mão, não foi admoestado com a segunda cartolina amarela (saiu imediatamente ao intervalo).

Na 2ª metade o jogo continuou equilibrado, o Vitória procurava o segundo golo, e o conjunto de Costinha, tentava também chegar ao golo que lhe desse os 3 pontos, de forma a sair da situação incómoda que se encontra.

Mas seriam os Branquinhos, a conseguir novamente voltar à vantagem no marcador.

Foi à passagem dos 62 minutos, com Leonel Olímpio a fazer um excelente passe de ruptura para Soudani, que em velocidade se isola perante Rui Rego, e com muita frieza fez a bola passar por entre as pernas do guarda-redes contrário, balançando de novo as redes da baliza aveirense.

Costinha, fez de imediato duas alterações, apostando no avançado Yazalde e no extremo Balboa,  jogando desta forma com uma frente de ataque mais alargada, colocando neste contexto mais dificuldades ao setor defensivo do Vitória.

Na verdade até final da partida, o Beira -Mar esteve mais perto do empate, do que o Vitória do terceiro golo, porém os Conquistadores conseguiram aguentar as investidas do adversário, e garantir desta forma mais 3 preciosos pontos (a exibição não foi de qualidade, mas o mais importante foi vencer), graças aos golos dos goleadores Baldé e Soudani, uma dupla que vai mostrando um excelente entendimento na frente de ataque.

Na segunda metade do encontro, realce ainda para uma situação caricata, quando Ricardo precisou de trocar de camisola, após esta ter sido rasgada por Balboa.

Foram mais de 5 minutos que o jovem extremo do Vitória precisou para ter uma nova camisola. Nem num Clube amador, se demora e admite tanto tempo para o problema ser solucionado, e como já não é a primeira vez que acontece, espera-se que seja incrementada uma solução em breve, pois este erro não pode voltar a acontecer.

O Vitória é agora 7º Classificado com 33 pontos, mas apenas a 2 pontos do 5º lugar da tabela classificativa.

A Liga tem agora um interregno de uma semana, mas os Conquistadores voltam já a jogar no dia 17 de Abril frente ao Belenenses no Estádio do Rei, no jogo da 2ª mão das meias – finais da Taça de Portugal, e onde se espera que seja o “carimbar” da passagem à final no Jamor.

Força Vitória!

[FOTOS AVS]