Vitória vence derby concelhio! [FOTOS]

166733_10151274666866186_158780342_n

O Vitória voltou este Domingo aos triunfos, vencendo pela margem mínima o vizinho Moreirense.

Rui Vitória, relativamente à última partida em Estoril, fez 4 alterações no 11 inicial, com El Adoua a formar parelha com Paulo Oliveira, Pedro Lemos a entrar para o lugar do castigado Alex, Leonel Olímpio a regressar um mês depois ao miolo do terreno, e Soudani a jogar como referência no ataque Vitoriano, ocupando o lugar que vinha a ser bem ocupado por Amido Baldé.

O Vitória entrou bem na partida, e ao minuto 6, após um cruzamento de Ricardo, Marco Matias foi agarrado ostensivamente por Augusto, com o árbitro da partida, a assinalar de pronto a respectiva grande penalidade.

Tiago Rodrigues chamado a converter o castigo máximo, permitiu a defesa ao guardião brasileiro Ricardo Andrade, ainda assim e no seguimento da jogada, Ricardo cruza para a área, mas vê o braço de Pintassilgo parar a bola que seguia em direcção à área, com o árbitro Luís Ferreira a marcar novamente para a marca dos 11 metros.

Desta vez, o capitão Leonel Olímpio, com muita frieza e categoria, colocou a bola no fundo das redes, para gáudio dos mais de 10 mil Vitorianos presentes no Estádio do Rei.

Após uns primeiros 10 minutos jogados com intensidade, o jogo perdeu gás, e o Vitória teve dificuldades em assentar o seu melhor futebol.

Porém, aos 18 minutos após um canto batido por Tiago Rodrigues, Soudani cabeceou muito bem de cima para baixo, mas viu Ricardo Andrade fazer uma bela intervenção, negando-lhe o golo.

Do lado do Moreirense, o avançado Ghilas teve uma boa possibilidade para fazer o empate, mas o jovem Pedro Lemos tirou o “pão da boca” ao avançado franco-argelino, que já se preparava para fazer o empate.

Até ao intervalo, seria o Vitória a ter mais duas boas oportunidades de golo, com Marco Matias em ambas a não conseguir colocar a bola de novo no fundo das malhas.

Na 2ª parte, o Moreirense entrou melhor na partida, e Ghilas e Pintassilgo, proporcionaram duas boas defesas a Douglas, a segunda das quais a merecer ser vista e revista, com o “paredão” a mostrar ser neste momento o melhor guarda-redes da Liga.

Nesta fase do jogo, o Moreirense estava por cima (era dono do meio-campo), com o Vitória a sentir muitas dificuldades em ter bola, e a gerir a partida, mostrando pouca intensidade de jogo, e imprimindo pouca velocidade nas saídas para o ataque.

Rui Vitória mexeu na Equipa, e a entrada de Crivellaro,para o lugar do desinspirado Barrientos, veio trazer um pouco mais de qualidade de jogo à Equipa, com o brasileiro a tentar colocar a bola rente ao relvado, em detrimento do abusivo passe longo para Soudani, que ao contrário de Baldé, não tem características para ganhar bolas divididas com os defesas contrários .

Numa das poucas jogadas, onde o Vitória conseguiu colocar a bola sempre junta ao relvado, Tiago Rodrigues após um bom transporte de bola, endossou a bola a Soudani que isolado não conseguiu bater o guarda-redes cónego, colocando desta forma um ponto final no resultado.

O jogo continuava portanto em aberto, e até ao final do encontro, houve sempre a sensação que o jogo podia ter ainda golos.

Ainda assim, tanto Addy após a cobrança de um livre direto, como Machís num remate cruzado para o lado Vitoriano, e Filipe Gonçalves e Pablo Olivera em dois remates frontais, para o lado do Moreirense, não fizeram com que o derby tivesse mais golos, logrando o Vitória o triunfo final, valendo o golo solitário do capitão Leonel Olímpio.

Foi um derby bem disputado, e com um triunfo justo do Vitória ( a exibição foi “descolorida”, mas o mais importante foi alcançado), ainda que o Moreirense tivesse “vendido muito” cara a derrota, mostrando que o último lugar que ocupa na tabela classificativa, pode ser alterado até ao final da Liga.

Nas Bancadas, o derby concelhio, foi vivido com fervor e respeito por todos os intervenientes, mostrando-se assim a grandeza das gentes do Concelho de Guimarães.

Nota de destaque ainda para o tributo fantástico e arrepiante, que os sócios do Vitória prestaram aos atletas das modalidades amadoras, que continuam a dignificar o emblema do rei, e que tornam o Vitória num Clube ecléctico e sempre Conquistador.

O Vitória volta agora a jogar no próximo Sábado, deslocando-se ao rival S.C.B, de forma a se jogar mais um derby, o derby esse de todas as emoções no Minho!

FOTOS AVS :