Vitória VS Sporting (Antevisão)

sem-titulo-1

Jogo Grande este Sábado no Estádio do Rei, com o histórico e sempre palpitante e emotivo Vitória – Sporting.

Conquistadores e Leoninos medem forças, em jogo a contar para a 7ª Jornada da Liga Portuguesa de Futebol, e no qual será arbitrado por Artur Soares Dias, juíz que não traz boas recordações a todos os Vitorianos.

O Vitória após o triunfo moralizador no Derby Concelhio, tenta agora mais 3 pontos que lhe permitam pelo menos continuar no top 5 da Liga, mas pela frente terá um Sporting que não quer perder mais pontos, de forma a não se distanciar do 1º posto.

Comparativamente ao jogo com o Moreirense, Pedro Martins, poderá fazer uma alteração na Equipa, mais concretamente no setor intermediário. Hurtado não conseguiu pegar na batuta (muitas dificuldades evidenciadas pelo Vitória no seu jogo interior – entrelinhas), o que pode fazer com que Bernard entre para a posição 10 ( o ganês entrou no jogo do passado Domingo a pedir bola, mas quando a teve em sua posse, aliou passes errados a más decisões).

É certo que com Hurtado a Equipa pode ganhar profundidade atacante (gosta de jogar bem perto de Soares,e torna o setor intermediário algo “partido”, sem um claro playmaker), já com Bernard o miolo pode ficar mais junto, ganhando um jogador que assume mais, tem maior capacidade no passe de ruptura, e  que em progressão, transporta bola para zonas ofensivas (porém o médio mostra estar longe da melhor forma). O jogo vai ser intenso, dividido, e onde o ganhar das segundas bolas, pode ser também importante no processo de construção (William e Adrien com esta sequência de jogos, podem acusar cansaço). Terá a palavra final o Timoneiro Vitoriano.

No restante da Equipa, não são esperadas alterações, até porque Rafael Miranda mostra estar recuperado e pronto a ir a jogo. Caso o brasileiro se ressinta, haveria duas hipóteses. João Pedro recuava para a posição 6, e entraria Bernard para a posição 8. Outra das possibilidades, seria a entrada de Moreno para médio defensivo, fazendo parelha com João Pedro.

Será necessário um Vitória confiante, personalizado, abnegado, e com paixão, pois só assim conseguirá derrubar o Leão, que sabe de antemão que terá pela frente um Vitória que no seu reduto, é sempre um adversário muito complicado de bater (as últimas duas épocas assim o comprovam).

No Estádio do Rei são esperados 23 mil Espetadores, com 19 mil a serem Vitorianos. E são estes imensos Milhares que com o seu fervor, paixão e bairrismo habituais (até Jorge Jesus elogiou), vão empurrar os Conquistadores para o triunfo na partida.

11 Provável

imagem02-sep-24-22-10

Sporting

O Sporting já disputou 2 jogos fora de portas nesta Liga, e almejou um triunfo pela margem miníma em Paços, e uma derrota pesada em Vila do Conde com o Rio Ave.

Frente ao Vitória, Jesus, deve apostar numa variante tática 1x4x2x3x1, com Alan Ruíz ( a não ser que entre André, e jogue num  1x4x4x2) no apoio ao goleador holandês Bas Dost.

Os leões criam sempre um forte caudal ofensivo, mas está época tem também denotado bastantes dificuldades defensivas ( já consentiu 6 golos), com principalmente os corredores laterais, a serem bastante explorados pelos adversários ( Hernâni, Marega e Raphinha capazes de proporcionarem desequilíbrios).

Processo Defensivo

Jogada onde os Leões sofrem um golo. Não há cobertura em zona central, com Wiliam Carvalho a faltar para fechar essa linha de passe, que viria a ser bem aproveitada pelo oponente.

p9300846

Envolvimento ofensivo, com um passe de ruptura muito bem aproveitado para ficar num 1×1 com Rui Patrício. Rúben Semedo saiu na referência, não fazendo contenção e não controlando de forma assertiva a profundidade. Coates como é débil na velocidade, ficou também mal no lance. Referência também para o miolo do terreno, com Adrien e William permissivos ao deixarem o médio entrar em zona central com muita facilidade.

p9300847

Lado esquerdo descompensado, e a exploração desse corredor ( à atenção de Marega e Hernâni). Na segunda imagem, no desenrolar da imagem, vê-se o lateral direito Schelotto a fechar dentro, porém desguarneceu as costas, onde o adversário livre, de primeira fez o golo.

p9300849

p9300850

Processo Ofensivo

Sporting em organização ofensiva, a colocar sempre 5 jogadores em fase de criação. Imagem habitual em Equipas de Jorge Jesus.

Gelson num excelente momento de forma, é uma seta apontada à baliza de Douglas (muita atenção pede-se a Rúben Ferreira, que já em Moreira de Conégos sofreu perante Podence).

p9300845

Um 2×2 na área adversária, que dá golo. Com Bas Dost o Sporting ganha outra envergadura na zona do golo. O Holandês tem golo,e no jogo aéreo é muito forte, sendo que joga muito no limite do fora de jogo e cria indefinição aos centrais.

Com Bryan Ruiz de início o que não aconteceu em Vila do Conde, o jogo leonino ganha outra criatividade e fantasia, pois o costa – riquenho é um jogador de inegável categoria, e decide bastante bem.

p9300852

Bolas paradas ofensivas, com o Sporting a colocar 6 jogadores na área adversária (fazem bloqueios). Coates ataca bem a zona do 2º poste, já Bas Dost e Semedo entram em zona central. William mesmo não sendo forte no jogo de cabeça, fica encarregue do 1º poste. Há que ter atenção a este 5º momento de jogo, que cada vez mais decide uma partida.

p9300851